HISTÓRIA

22704470233_a014d8af2a_b

O Cerejeiras Festival tem uma longa e linda história de sucesso e dedicação até chegar a esse grandioso evento de hoje. O Festival é realizado em Garça há 32 anos. Anteriormente era chamado de Festa da Cerejeira, mas em 2017 ganhou um novo nome, logomarca e atingiu o status de uma das maiores festa da colônia japonesa do país, recebendo um púbico de aproximadamente 300 mil pessoas.

A sua história começou a ser escrita pelas mãos de um imigrante japonês. Seu Nelson Kosche Ichisato, denominado o “Pai das Cerejeiras”, nascido em Oshima, Yamagu-tiken, no Japão, vindo com a família para o Brasil ainda jovem.

Em suas melhores recordações da terra natal estavam as flores que em abril, início da primavera no Japão, desabrochavam e reuniam multidões nos parques para a contemplação da Sakura, a flor da cerejeira.

Assim como muitos descendentes japoneses, seu Nelson, durante anos, visitou a florada das cerejeiras em Campos do Jordão. Em 1979 ele resolveu trazer algumas mudas para Garça. Poucos acreditavam em seu sonho, mas ele recebeu um apoio importante do então prefeito da época, Francisco de Assis Bosquê. Assim, as primeiras 150 mudas foram plantadas ao redor do lago artificial de Garça.

Aos poucos e com o plantio de mais mudas, o Bosque da Cerejeira foi sendo formado por seu Nelson. Ao longo de décadas, assim que o sol raiava, era possível ver o pai cuidando de sua criação. Seu Nelson regava planta por planta e as defendeu. Com muito amor e a dedicação extraordinária do melhor pai que as nossas cerejeiras poderiam ter, hoje podemos contemplar a florada da Sakura uma vez ao ano em nosso município.

As milhares de pessoas que visitam a cidade durante a festa se rendem aos encantos da flor de cerejeira. Para recepcioná-las, preparamos o nosso melhor e, ao toque dos tambores japoneses, aos sabores ímpares da culinária oriental e a magia da dança nipônica, a cidade inteira as acolhe.

Seu Nelson foi nomeado o Presidente de Honra do Cerejeiras Festival. Toda a nossa gratidão a este homem que já estava predestinado a deixar sua terra natal, do outro lado do mundo, para trazer mais cor, beleza, alegria e ajudar a elevar o nome de Garça para todo o país.

Ao seu Nelson, o nosso muito obrigado!