Sakura

O Cerejeiras Festival é em essência um Hanami: costume tradicional japonês de contemplação da beleza da Sakura, a flor da cerejeira. Essa delicada flor é um dos mais fortes símbolos do Japão, assim como o Monte Fuji. Significa a beleza feminina e simboliza o amor, a felicidade, a renovação e a esperança.

No Japão, a florada das cerejeiras marca o fim do inverno e a chegada da primavera. É aguardada com ansiedade pelos japoneses, que organizam em todo o país diversas festividades em torno do Hanami. Esse hábito já tem mais de dez séculos e exige a dedicação dos participantes, uma vez que, em cada região, o espetáculo só dura duas semanas. Para chegar ao local e dia exatos, eles contam com a ajuda da Agência Meteorológica Japonesa, que informa até em boletins televisivos o momento do florescimento.

São mais de 300 variedades de cerejeiras documentadas. No estado de São Paulo, apenas três variedades tiveram sucesso. São elas: Okinawa, Himalaia e Yukiwari. Em Garça, o Bosque da Cerejeira possui cerca de 1.000 árvores, a maioria da espécie Okinawa.